top of page

A guerra é possível apenas pela loucura da mente que ignora sua real natureza

Praticamente todo ser humano que acredita e investe na manutenção do seu ego (o senso de separação) está diretamente ou indiretamente envolvido com a guerra na terra.


Existem muitas guerras e sempre existiram. Guerras entre os identificados com gênero, com a cor da pele, com religião, com partido político, entre os humanos e a natureza, e claro, entre nações.


Mas, se um dia o nosso ego coletivo deixar de ser vinculado com a cor da pele, o racismo não fará sentido e parará de existir.


E quando a maioria abrir os olhos pro fato de que nós também somos animais e fazemos parte da grande família do organismo vivo de Gaia, nós realizaremos sem nenhuma dúvida que a destruição da natureza inevitavelmente nos leva para o nosso próprio fim.


Da mesma forma, se pararmos de nos identificar com base na nação escrita no nosso passaporte, entenderemos que estamos unidos primeiramente pela nossa humanidade e que a violência contra as pessoas em um outro país é a violência contra a nossa própria humanidade.


As guerras que acontecem na Terra são um resultado inevitável do fato de que existem pessoas mal intencionadas por causa da ignorância e da perversão que chega a ser uma loucura mental. E todos nós temos potencial e capacidade de levar o senso de separação para guerra. Todos temos condicionamentos violentos e todos temos o poder de destruir vidas e alimentar sofrimento.


Por isso é tão essencial se comprometer com o processo espiritual de despertar para a unidade e para a inter-conexão, para o inter-ser. A única saída de verdade é acordar pra realização de que somos feitos da mesma substância, compartilhamos a mesma essência e fazemos parte da mesma imensidão da vida.


Sem essa base da realização daquilo que nos une, as diferenças sempre vão ser razões pelas quais entraremos em pensamentos, sentimentos, palavras e atos violentos. Precisamos meditar, rezar e nos dedicar pela paz e presença interior para que tenhamos chance de expressar isso na ação e cocriar um mundo o mais belo e pacífico possível.


Para acabar com a guerra fora, precisamos ir na direção da dissolução do senso de separação que até hoje na sua grande parte dirige a humanidade.

O chamado aqui é dedicar a nossa vida para o despertar da consciência, compartilhando os frutos da nossa busca e do nosso encontro com todos os seres que encontramos no caminho.


~ Miho Mihov

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page