top of page

Por que não conseguimos agarrar a felicidade e por que sofremos quando tentamos fazer isso

Felicidade é um dos temas que mais gosto de escrever sobre. Me sinto encantado com a possibilidade de ver mais seres felizes no mundo. Quando penso num mundo melhor, eu imagino muita gente sorrindo e em paz consigo mesmo e com os outros, agindo a partir de um senso de conectividade e generosidade, ou seja - um monte de gente feliz, sem brigas e guerras desnecessárias, cuidando uns dos outros e da natureza ao redor.


Todo mundo quer felicidade e muitos poucos sabem encontrá-la de verdade.

E o que é felicidade, em primeiro lugar, e onde podemos encontrá-la afinal?


Se eu te disser que a sua felicidade pode ser encontrada no próximo brinquedo que você compra, ou na próxima pessoa que você começa a namorar, ou no próximo presidente que você vai eleger, ou na próxima experiência psicodélica que você vai ter, ou quando você alcançar a iluminação - o que você acharia? Eu suspeito que a maioria iria concordar, talvez por pensarem que a felicidade pode ser objetificada de alguma forma. A presunção é que ela pode ser encontrada através de uma experiência que ainda não aconteceu, mas que um dia pode acontecer. Claramente, se você acha isso, você sabe que esse tipo de felicidade, que eu chamo de felicidade condicional, é temporária. Ela depende dos nossos estados internos, que são influenciados por condições sociais, biológicas, econômicas, circunstâncias, etc. Porque no final nós não corremos atrás de objetos, pessoas ou mudanças politicas por eles mesmos, mas porque esperamos que de alguma forma eles vão mudar a nossa experiencia na vida, não é? Mesmo se queremos ajudar o outro -  nós fazemos isso porque faz sentido para nós, e não necessariamente para o outro.


Só que nenhum estado interno permanece. Nem os estados mais sublimes, alcançados em meditação ou através de substâncias psicodélicas. A lei da impermanência abraça toda a existência que conhecemos através da nossa mente, incluindo o que você chama de você. Você como corpo e mente está em um fluxo constante de mutação e transformação. A vida, cheia de incertezas, fora da sua zona de controle, não consegue te garantir um sossego por muito tempo. E se você define a felicidade como estados internos prazerosos e positivos, então fica óbvio porque não é possível agarrar a felicidade. Se você tenta se apegar, inevitalmente você vai se frustrar, porque vivemos num mundo fenomênico que está em um fluxo interminável. Como você segura uma onda no mar? Não tem como. Da mesma forma, não tem como segurar as ondas das nossas experiências que vem e vão.


Eu não quero negar a importância da felicidade condicional. Para escrever esse texto, eu preciso ter um mínimo de conforto e condições para poder tirar um tempo para colocar os meus pensamentos em palavras escritas. E se você está lendo isso, é porque você também tem um mínimo de condições agradáveis que te posibilitam fazer isso. Aqui, podemos parar, respirar profundo e agradecer à vida por termos este tempo e condições de refletir sobre questões existenciais. As nossas necessidades básicas precisam ser satisfeitas para que possamos aprofundar o nosso entendimento e abrir as portas da nossa percepção para o outro tipo de felicidade, que eu chamo de felicidade incondicional.


A felicidade incondicional não pode ser encontrada nas ondas das nossas experiências que mudam o tempo todo. Na verdade, usando essa metáfora, a felicidade incondicional é mais como o oceano em si, que não vem e vai. Ele sempre está aqui, e então, ele não pode ser encontrado e nem perdido. Como você pode encontrar ou perder algo que sempre está presente? É impossível! Você pode perder ou se apegar ao ar que você esta respirando? E sim, acredite ou não, a felicidade que estou falando é assim, ou até mesmo mais presente do que o ar e o oceano. Ela está presente aqui e agora, nesse momento, enquanto você está lendo esse texto. Ela não depende de nenhuma circunstância ou condição. Você pode experienciar ela no meio da tua tristeza ou raiva, angústia ou solidão. Nenhum estado define ela. Agora, eu gostaria de te apresentar para essa felicidade. Está pronto?


Ela é quem você é.


Sim, isso mesmo! Tem uma frase famosa do sábio Ramana Maharshi que eu adoro: "Você é aquilo que você está buscando". Imagine a piada cósmica - um dia você descobre que toda a sua busca na vida foi por algo que sempre esteve com você - você mesmo, seu Eu verdadeiro! Certamente, quando eu descobri isso, eu chorei e ri ao mesmo tempo. Essa realização marcou a minha vida e nunca mais eu poderia esquecer completamente e voltar para o modo antigo. Isso não significa que a minha busca parou a partir desse momento. Ela voltou em muitos momentos, porque a clareza de quem eu sou foi velada pelo senso de separação e limitação, que eu chamo de Ego. Mesmo assim, a minha vida tomou outro rumo, e aos poucos eu alinhei as minhas prioridades com essa realização que foi um dos grandes despertares que tive.


Quem Eu sou para mim é sinônimo de felicidade incondicional, e isso virou a realidade mais importante para mim. Todo o resto se tornou menos importante. E cada vez que eu esqueço dessa prioridade eu sofro, e esse sofrimento é o meu melhor amigo que me chama para voltar a atenção para minha casa original novamente, o meu próprio Ser Real.


Aqui temos mais um paradoxo - que o Ser que eu sou e que você é não pode ser agarrado, pois ele não é um objeto de percepção nem um estado da mente. Os objetos e as percepções são impermanentes, mas o Ser que está aqui não pode ser objetificado. Ele é a própria consciência dentro da qual os objetos e os estados surgem e se dissolvem. E se eu tentar me apegar a algo que não é um objeto e não pode ser agarrado, eu sofro.


Concluindo, independente de ser condicional ou incondicional, a felicidade não pode ser agarrada, e se você tentar fazer isso - se prepare para pequenas e grandes frustrações, até que você aprenda com as duras lições da vida. A boa notícia é que podemos aprender através da sabedoria também. E esse foi o meu intuito de hoje - compartilhar um pouco da sabedoria que veio a mim com a ajuda dos meus professores e da minha experiência, e diminuir os sofrimentos desnecessários que experienciamos nesta busca da felicidade. Que cada vez mais seres sejam felizes de Verdade!


~ Miho Mihov

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Whatsapp Despertar na Prática
bottom of page